Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

O ano musical de 2008

Até agora tem sido uma desilusão total. Não ouvi nada que me tivesse entusiasmado por aí além. Mesmo o álbum de Micah P Hinson, que é actualmente o meu músico preferido, deixou-me muito a desejar. O disco dos Tindersticks é bastante razoável, o dos Portishead também, mas estas bandas já não têm o fulgor criativo de outros tempos. Seja como for, valeu a pena terem voltado.

Estou agora na expectativa para ver as listas dos melhores discos nos jornais e blogues, pode ser que alguma coisa me tenha escapado.

publicado por Mário Azevedo às 10:26

url do post | comentar | favorito

pesquisar

 

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

textos recentes

... o pobre desconfia

Sacudir a água do capote,...

A minha idade

As coincidências

Procissão das cinzas em V...

Zeca Afonso

A mente não é assim tão p...

Lana Del Rey

A praxe tal como eu a vej...

A Árvore da Vida

arquivo

Dezembro 2012

Setembro 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Junho 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

blogs SAPO