Sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

A casmurrice, para não lhe chamar outra coisa

Anda para aí a correr um mail com uma petição para proibir a projecção de um filme sobre Jesus Cristo, no qual este tem relações sexuais com os seus discípulos. No fundo, é mais um filme para criar escândalo e controvérsia q.b., rendibilizando mais um cachito esta mina de ouro que é Jesus.

Obviamente, quem teve a ideia de fazer este filme está a contar com este tipo de iniciativas, que se façam petições e manifestações e todo o barulho possível e imaginário para ter o máximo de publicidade. O que espanta é que ainda haja gente que caia na armadilha e não aprenda. É que isto é tão básico, o truque é tão velho, que eu só posso interpretar o fenómeno por pura casmurrice (e isto pondo de lado a hipótese de que a petição tenha origem nos próprios criadores do filme).

Mas o que é grave é perceber que as pessoas de facto não se dão bem com democracia e a liberdade. Pior, não conseguem atingir que no mundo em que vivemos é absolutamente impossível proibir o que quer que seja.

publicado por Mário Azevedo às 00:03

url do post | comentar | favorito

pesquisar

 

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

textos recentes

... o pobre desconfia

Sacudir a água do capote,...

A minha idade

As coincidências

Procissão das cinzas em V...

Zeca Afonso

A mente não é assim tão p...

Lana Del Rey

A praxe tal como eu a vej...

A Árvore da Vida

arquivo

Dezembro 2012

Setembro 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Junho 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

blogs SAPO